Poesia Pisquita

Postado em

Pisquita

Não há espaço!
Qualquer vácuo agora é inundado pela saudade que transborda…
Engraçado!
Outrora ela não existia!
Tua chegada fez tudo mudar.
Trouxe contigo a simplificação dos fatos;
A prioridade absoluta;
O amor incalculável
E o prazer da ingenuidade da doação…

Vivo por ti!
Porque teus olhinhos acariciam minha alma
E me reconheço na personalidade tão própria
Que desabrocha deveras precoce.
Você é um pedacinho de mim…
Ou será que você tem um pedacinho de mim?

De qualquer sorte…
Te sinto como extensão do que sou.
E não poderia amar-te mais…
Maior talvez que este amor, talvez, só a saudade, hoje,
Que a tudo assola.

Conforto-me nos teus risos e acalento o meu pranto
Nas notícias do teu bem estar…
Oro e agradeço aos céus pela tua beleza!
Aguardando a benção de poder desfrutá-la dia após dia…

Roberta Achy Santos
13 de Dezembro de 2001

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s